Capítulo IV – Oceanos e continentes

Águas

Se a Terra fosse vista do espaço
sideral, veríamos uma grande esfera azul: é porque as águas tomam  conta de
quase todo o planeta. O  planeta Terra possui mais água do que qualquer  outra
substância em sua estrutura. A  camada externa da Terra é dura e rochosa e tem
até  60 quilômetros de espessura, mas a  parte visível é de  apenas 8
quilômetros, porque o restante está em baixo dos oceanos. Os  oceanos compõem
cerca de 70% da superfície da Terra, e os continentes ocupam  o restante, ou
seja: quase 2/3 do planeta é coberto de água, mas a maior parte desse montão  de
água é imprópria para consumo. Do total da água do planeta, 97% é água do mar,
muito salgada para beber e para ser usada em processos industriais; 1,75% está
congelada na Antártica, na região do Ártico e em outras geleiras;  1,24%  fica
escondida no interior da Terra. Sobram apenas 0,007% de água boa  para ser
usada. A água que existe em nossso  planeta forma os oceanos, rios e lagos,
podendo ser salgada (dos oceanos e alguns lagos ), e doce (dos rios e  da
maioria dos lagos).
Por sua importância, vejamos primeiramente os oceanos.
Oceanos
Aproximadamente 70% da súperfície
da Terra é coberta por um corpo de água salgada, contínuo, a que chamamos
oceano. Este oceano global é dividido pelos continentes e grandes arquipélagos
em cinco oceanos: Pacífico, Atlântico, Índico, Glacial Ártico e  Glacial
Antártico.

As  fronteiras entre os oceanos  são estabelecidas pela Organização Hidrográfica
Internacional, que delimita as águas marítimas (oceanos) e determina o limite
das águas internacionais. Quando ouvimos uma referência às águas internacionais
isto se refere às águas que banham um país, cuja extensão é definida pela
Organização Hidrográfica Internacional. Os oceanos são ambientes totalmente
diferentes do ambiente terrestre, sendo dominados por fenômenos muito peculiares
que não  ocorrem na terra, como as marés, as ondas, as correntes marinhas,  etc.
A ciência que estudo os oceanos chama-se oceanografia. A teoria do surgimento
dos oceanos está ligada à formação da atmosfera há bilhões de anos, quando o
planeta ainda estava muito quente e o  vapor d’água presente na atmosfera deu
origem a grande quantidade de chuvas que  se acumularam nas áreas mais baixas do
relevo. Os oceanos são importantes para  o planeta, pois neles se originou a
vida, além  de  serem produtores de oxigênio, regularem a temperatura da Terra,
interferirem na atmosfera e caracterizarem tipos climáticos. Têm uma
biodiversidade equivalente à de ecossistemas terrestres, são grandes fontes de
extração de kinerais, como o petróleo, e ponto turístico de grande importância.
Além disso, a maior parte da população mundial mora junto ao litoral que usa os
ocanos como  uma  importante via de transporte. A vida surgiu no oceano e
evoluiu  durante bastante  tempo neste  ambiente, vindo a ocupar o ambiente
terrestre apenas em épocas mais recentes. Dessa forma, os organismos  menos
“evoluídos” encontram-se no oceano, como as esponjas e cnidários.
Mares
O mar é uma longa extensão de água
salgada conetada com um oceano. O termo também é usado para grandes lagos
salinos que não tem saída natural, como o Mar Cáspio e o Mar da Galiléia. A água
do mar é transparente, mas, quando se observa, o mar pode parecer azul, verde
ou  até cinza. O reflexo do céu não torna o mar azul , o que torna o mar azul é
o fato de que a luz azul não é absorvida ,ao contrario do amarelo e do vermelho,
portanto as outras cores não aparecem. A partir de uma certa profundidade é que
as cores começam a sumir do fundo do mar, sendo que a primeira cor a desaparecer
é a vermelha, aos seis metros, seguida pela cor amarela, aos quinze metros, até
chegar a um ponto em que se ve apenas o azul. Durante a Idade Média, até a
descoberta do novo mundo pensava -se que havia sete Mares, que  eram: mar
Glacial (Ártico), Mar da França, Mar da Espanha, Mar Oceânico, Mar das Antilhas,
Mar Austral (oceano Atlântico) e o mar das Índias. Mas o conceito de sete mares,
ainda que desenvolvido na Grécia e em Roma, tem raízes mais antigas. A primeira
referência histórica dos Sete Mares remonta a 2.300 a.C., encontrada em uma
gravura sumeriana. Atualmente os oceanos são considerados como os Sete Mares do
mundo. Como parte dos oceanos, os mares estão distribuídos pelos oceanos, como
veremos a seguir: Estabelecido o que são oceanos e mares, vamos conhecer quais
são eles.
Terras
Como já vimos, os  oceanos compõem
cerca de 70% da superfície da Terra, e os continentes ocupam  o restante, ou
seja: quase 2/3 do planeta é coberto de água e quase 1/3 é constituído pelos continentes e ilhas.
Continentes
Continente é uma grande massa
de terra contínua cercada pelas águas oceânicas. Como já vimos, os continentes
foram se formando pelos movimentos violentos da Terra. Primeiramente era apenas
um continentee chamado Pangéia, que se dividiu, mais tarde, em dois, Godwana e
Laurásia. Posteriormente  foi, novamente, dividido, formando os continentes dos
hemisférios norte e sul, para finalmente ser dividido da forma que hoje estão.
Dependendo dos critérios adotados, considera-se que há entre cinco e sete
continentes no globo terrestre.
Na visão de que há cinco continentes, estes
são:  África  – América – dividida em América do Norte, America Central e
América do Sul – Antártica  – Eurásia – dividida em Europa e Ásia -  Oceania .

Na visão de que há seis continentes, estes são:  África  – América – dividida em
América do Norte, America Central e América do Sul -  Antártica – Ásia  -
Europa  – Oceania, como vemos na figura abaixo.
Na visão de que há sete continentes, estes são:   África  – América do Norte
(compreendo América do Norte e América Central)  – América do Sul  -
Antártica  -  Ásia – Europa – Oceania.
Ilhas

Literalmente, ilha é uma porção de terra
cercada de água por todos os lados, mas por definição é um prolongamento do
relevo acima de uma depressão absoluta preenchida de água em toda sua volta.
Existem quatro tipos principais de ilha: ilhas continentais, ilhas
oceânicas, ilhas fluviais e ilhas vulcânicas. Também existem algumas ilhas
artificiais.
Ilhas continentais ou costeiras

São as que estão
situadas próximas ao continente (na costa), ligadas ao mesmo pela plataforma
continental. A Inglaterra é uma ilha costeira.
Ilhas oceânicas

São as que se
encontram distantes do continente, em pleno oceano, formadas por grandes
cadeias de montanhas submersas.
Ilhas fluviais

São as ilhas
encontradas nos rios.

Ilhas vulcânicas
São
as que resultaram, total ou parcialmente, de uma erupção vulcânica.
A ilha de Páscoa é uma ilha vulkcânica.
Existem
ilhas tão grandes que podem ser consideradas continentes, com a Austrália.
A maior ilha do mundo é a Grooenlândia, portanto
qualquer porção contínua de terra maior que a Groenlândia é considerada um
continente.
Diversas ilhas próximas umas das outras formam um arquipélago.
A maior ilha fluvial do mundo é a do Bananal, no
estado brasileiro de Tocantins.
Existe um tipo raro de ilha, é a fluvio-marinha,
que fica parte no delta de um rio e parte no oceano. Exemplo dela é a ilha de
Marajo.

Os comentários estão encerrados.